© 2019 Cinest. All rights reserved.

Site V2.30.10

HOMENAGEADOS-2019

      PROFESSOR HOMENAGEADO CINEST-2019

            NOÉ PERRANDO DA SILVA

Descrição da imagem: Fotografia horizontal colorida, de um homem de frente, enquadrado do tórax para cima, faixa etária, 50 anos. Olha para frente, com Semblante neutro. Tem pele branca, olhos castanho escuros, cabelo curto preto. Usa óculos de grau com aro azul escuro. Veste jaqueta cinza claro aberta, aparecendo parte da camiseta de gola alta na cor azul. Ao lado inferior direito da imagem, parte de uma cuia de chimarrão com uma bomba prateada próxima a boca. A bomba tem detalhes dourados e com uma pequena pedra vermelha ao centro.  Ao fundo a parede é cinza claro. 

                       NOÉ PERRANDO DA SILVA

 

Professor de Inglês pelo município de Santa Maria, com projetos realizados voltado à educação da EJA e Ensino Fundamental. Produtor de audiovisual, fotografia e artes Cinematográfica. Produtor executivo de dois Curtas metragens, assistente de produção, ator e diretor em outros.

Formação acadêmica/titulação

Especialização em MÍDIAS NA EDUCAÇÃO. (Universidade Federal de Santa Maria, UFSM). Especialização em Língua Inglesa (Centro Universitário Franciscano, UNIFRA, Brasil).

Projetos:

Making Off Cinema na Escola

Xadrez na Escola

 

Sua História de vida:

Filho de família humilde com uma grande trajetória de vida. Para vencer as dificuldades financeiras, profissionalmente passei por vários empregos desde representante comercial, sacoleiro do Paraguai, fotógrafo e cinegrafista, chegando a fazer uma rápida passagem como diretor assistente de produção na RBS TV. Hoje funcionário público municipal trabalhando como professor de Inglês dos anos finais e EJAS (Ensino de Jovens e Adultos).Trabalhando com o audiovisual desde o ano de 1989 com registros em vídeo, pelo sistema VHS, de eventos sociais, entrei no mundo do cinema nas produção de curtas metragens a partir de 2005 quando participei do SMVC com os filmes “O Peregrino do Amor” e a “Quarta Bala” em parceira com Guilherme Cassel Bittencourt e Dulcimar Coelho. Após essa estréia continuei participando nas várias produções do Jaime juntamente com a Mariangela. Resolvi, então, levar essa experiência do cinema para escola a partir de 2009 criando o projeto “Making Off Cinema na Escola”, onde realizei a primeira produção escolar com base em redações dos alunos da escola Diácono João Luis Pozzobon selecionando, juntamente com os alunos do nono ano e da EJA , a melhor delas para fazer um curta metragem. Foi então que surgiu o filme “A Prova”, que deu início ao projeto. Em seguida contando com o apoio da Piazito Arte e Cultura levamos o projeto adiante começando então  com o filme “Amor Vampiro” realizado com os alunos da EJA da mesma escola exibido na abertura do CINEST.

                                          PROJETO EDUCAVIDEO   

 Homenageado do Festival Internacional de Cinema Estudantil CINEST, pela sua reconhecida trajetória em cinema estudantil.

 

Descrição da imagem: Logomarca horizontal em preto e cinza. Ao centro escrito em letras maiúsculas na cor branca EDUCA seguido pela palavra VIDEO em letras coloridas. Abaixo em letras menores na cor branca Gramado-RS. Na parte superior e inferior da logo, bordas imitando uma película de filme levemente ondulada , na cor preta com fundo branco.

O EDUCAVIDEO  de Gramado surgiu de um grupo de 23 estudantes entre 13 e 15 anos de três escolas de ensino fundamental da rede municipal que  acompanhados de 03 professores e da coordenadora do Programa “Cultura na Escola” da Secretaria Municipal de Educação de Gramado, participaram em novembro de 2011, da etapa RS- Porto Alegre, Santa Maria e Gramado,  do projeto LABORATÓRIO: experimentação e produção audiovisual de curta metragem.A caminhada do Educavídeo está completando oito anos em 2019. Ao longo do tempo é possível perceber o crescimento das atividades e como elas impactam na vida dos alunos, dos professores e da comunidade gramadense. A transformação do projeto em programa, via decreto, proporciona não apenas a continuidade, mas também a ampliação das ações realizadas. Desta forma, abre-se a possibilidade de o Educavideo ser a base para uma formação em audiovisual que compreenda outros níveis de escolaridade. Vários alunos e ex-alunos já trabalham na área ou tem interesse em continuar os estudos após o Ensino Médio, cursando Cinema ou faculdades afins.

O viés da profissionalização, para o qual o Educavideo pode vir a direcionar os seus participantes, soma-se a outros, de forma que o programa contribua para uma formação integral dos seus alunos. É inegável que o mundo está cada vez mais digital e que os jovens tem contato com isso em grande parte de seu tempo. Ao instrumentalizá-los para a utilização destas mídias, como é o caso do audiovisual, por meio da linguagem cinematográfica, propicia-se aos adolescentes o desenvolvimento de diversas habilidades, do senso crítico, da autonomia e da coletividade. O Educavideo também estimula o lado crítico em relação aos produtos midiáticos que os alunos consomem, proporcionando avaliações em relação à atuação, aos aspectos técnicos, ao contexto da produção e ainda à distribuição/veiculação. O programa é ainda um espaço para que os adolescentes possam se expressar. Isso porque uma das características do Educavideo é a liberdade de pensamento e atuação que os alunos têm, ou seja, os temas são sugeridos por eles mesmos, de acordo com suas vontades e assim, representam suas realidades e visões sobre os mais diversos assuntos. Essa independência na escolha dos rumos de ação é um dos motivos que leva o programa a crescer e a despertar o interesse de mais jovens.

.